01

O passo a passo do banho

Escolha as horas mais quentes do dia para dar banho em seu cão e separe tudo o que for necessário antes de começar o banho para não deixar o pet sozinho durante o processo. Antes do banho é muito importante que o pelo do cachorro seja escovado, removendo pelos mortos e melhorando bastante a eficácia de limpeza dos shampoos.

O passo seguinte é decidir onde banhar seu cão. Mangueiras e áreas externas podem parecer convenientes, mas o ideal é dar banho com água morna para maior efeito do shampoo e comodidade do bichinho. Durante o banho o mantenha preso por uma coleira e guia curta, mas nunca deixe seu cachorro sozinho e preso durante o processo. Em dias quentes utilize água em temperatura ambiente, mas nunca fria demais.

Os produtos utilizados devem ser próprios para cachorros, além disso, a escolha deve ser baseada de acordo com o tipo de pelagem para não danificá-la e conforme as condições da pele. Sempre tome cuidado especial com a região da cabeça, evitando que os produtos entrem em contato com os olhos e usando algodão nos ouvidos para que água não entre no canal auditivo, lembrando-se de secar as orelhas após o banho. Dê atenção especial para os seguintes locais: virilha, axilas, locais com dobras, nunca se esquecendo de lavar as patas e entre os dedos, inclusive quando o cão apresenta membranas. O condicionar é indispensável, especialmente para cachorros com pelagem longa. Ele pode ser aplicado direto no pet ou adicionado a água utilizada para o enxague. 

Na hora de secar utilize toalhas e secador se o seu cãozinho permitir, tirando o excesso de água o máximo possível com a toalha. Apenas deixe que ele saia ao ar livre ou pegue vento após estar completamente seco, pois o pelo úmido serve como atrativo para doenças. Se quiser passe perfume em seu cachorro após o banho, mas fique atento aos riscos de seu pet ter alergia ao produto.

Aproveite o momento de banho para verificar se o seu cão não apresenta problemas de pele ou pulgas e carrapatos. Vale a pena dar uma recompensa após o banho para o seu pet, assim ele vai entender que o banho é uma coisa boa, não um inimigo dele.

02

Tipos de tosas

 

Tosa bebê: ideal para cães de pelagem longa, como Lhasa Apso, Poodle, Shih Tzu, Maltês e Yorkshire. Os pelos ficam mais baixos, mas seguem com um ou dois dedos de comprimento. É prática e tende a evitar pelos embolados. Facilita no manejo do cãozinho que o dono não pode dispender muito tempo com escovação.

 

 

Tosa na máquina: a máquina é passada pelo corpo do cão de acordo com a direção do pelo. As lâminas são de tamanhos diversos, variando de acordo com a raça e o tipo de tosa. Quanto mais os pelos ficarem embolados, mais curta deve ser a tosa de máquina e alguns acabamentos são feitos na tesoura.

Tosa na tesoura: não há o uso de máquina de tosagem, sendo toda a tosa feita com tesoura. Pode ser feita em qualquer raça com pelagem media a longa. A tosa na tesoura demora mais do que na máquina, porém o acabamento dos pelos fica mais suave e natural.

Tosa Higiênica: além dos tipos específicos para cada raça, passando também pelo gosto pessoal do dono do cão, a tosa higiênica pode ser aplicada a todos os cães. Esse tipo de tosa visa, principalmente, a limpeza de partes específicas do cachorro, sendo aparados os pelos da região genial e das patas – e da barriga, para os cachorros machos. A intenção da tosa higiênica é evitar o acúmulo de sujeira nas partes mais suscetíveis a isso.

03

Algumas dicas

- Banho em filhotes deve ser dado após dois meses de vida, usando produtos próprios para eles. O banho em pet shop só é valido após seu cão ter sido vacinado e vermifugado, desse modo o primeiro banho dele será em casa. Alguns veterinários podem indicar banho, mesmo em casa, apenas após o termino das vacinas e vermifugação.
 

- Se o dia do banho de seu cão ainda não chegou, mas seu cheiro está muito forte, uma opção é usar produtos de banho seco. O próprio dono pode aplicar e remover a sujeira superficial do pelo do pet, minimizando assim o odor até o próximo banho. Essa opção também é valida durante o inverno.
 

- Aproveite o dia do banho para promover a limpeza de outras partes do corpo de seu cãozinho. Limpe os ouvidos para evitar o acumulo de cera, escove os dentes com creme dental e escova, próprios para cachorros, e apare as unhas de acordo com o crescimento das mesmas, mas apenas se souber o que está fazendo. Caso contrário só deixe as unhas do seu cachorro serem cortadas por profissionais, evitando sangramentos.
 

- Banho demais também faz mal. Animais não são como humanos, que precisam tomar banhos diários. Assim como há bactérias nocivas para o animal, também há aquelas necessárias que se desenvolvem para proteger o cão. Banho toda a semana pode gerar problemas sérios para o bichinho. Algumas raças tem necessidade de banhos mais frequentes, outras não, é sempre bom ficar de olho nisso.
 

- Há raças em que o cuidado com os olhos deve ser redobrado, pois elas tem uma predisposição maior a produzir bactérias nocivas. A limpeza diária é necessária.